Archive for the ‘Ambientalismo’ Category

À Prova de Tudo

outubro 13, 2008

Lançada em julho passado, a série do Discovery Channel “À Prova de Tudo” já se tornou um dos grandes sucessos do canal. Em cada episódio, Grylls apresenta técnicas de sobrevivência em alguns dos lugares mais belos e inóspitos do planeta. Munido de uma faca, uma garrafa de água e uma pedra de isqueiro, Grylls se lança de pára-quedas e sai à procura do caminho de volta à civilização.

Ex-soldado da Unidade Especial do Serviço Aéreo Britânico, Grylls é um viajante experiente. Ele já conquistou o pico do Everest, atravessou o frígido Oceano Atlântico Norte em um pequeno barco e viajou as Ilhas Britânicas de jet ski.

Para produzir o programa, Grylls viaja com dois cinegrafistas, sob ordens estritas de não se envolverem ou ajudá-lo, a não ser que ele se encontre em uma situação de altíssimo risco. A série acentua os aspectos dramáticos da luta pela sobrevivência, enquanto Grylls faz questão de demonstrar técnicas necessárias em circunstâncias extremamente difíceis.

Muito bem! O programa sem dúvida é muito bom, onde aprendemos técnicas de sobrevivencia. Só não sei do que irá servir para a maioria dos telespectadores, quantos de nós já nos vimos sem situações semelheantes as quais ele tem se encontrado? Até ai tudo bem é entretenimento, no entanto por ser entretenimento será que se faz necessário matar animais selvagens para sobreviver? Tartarugas, cobras, lagartos, o que encontrar pela frente sai comendo. É evidente que na real situação teremos que nos apegar a tudo, mas matar animais com o unico intuito de fazer um programa televisivo já é demais.

Ele que leve um pão com mortadela em seu bolso, a tartaruga do pantano assasinada em um de seus programas é crime ambiental, com severas punição, porém em se tratando da Discovery, um canal de documentário mundial, muitos se calam ou não conseguem ver, ou deixam de denunciar o absurdo demonstrado.

Assim é o homem, na busca pela sobrevivencia, mesmo que seja sobrevivencia de audiência, acredita que tudo pode, seja em lugares remotos, ou em qualquer lugar do planeta, o seu instinto selvagem predomina, acreditando que por ser dominante pode passar por cima da obra maior da natureza que é a vida .

E quem acreditar que são coisas pequenas, tem o mesmo pensamento de uma emissora que preza pela ignorância de valores, fico encantado em ver em um canal concorrente a luta pela preservação do condor andino, uma luta de mais de um ano do ovo á embucadora, em seguida adestrando para a vida selvagem em um trabalho de respeito, do pouco que nos resta.

A minha parte vou fazer, deixar de assistir, e em relação à dos demais, vamos denunciar.

 

 

Anúncios

BioCombustível

outubro 4, 2008
 
O
mundo em que vivemos funciona quase tudo pelos combustíveis fosseis. Entretanto sempre nos perguntamos, até quando teremos essa fonte esgotável de energia? E não me sinto nem um pouco constrangido em afirmar que seria bom que logo acabasse. Pensei muito em afirmar isso publicamente, porém é fruto de minha consciência, de uma preocupação em imaginarmos que nosso planeta tem o poder de absorver todo lixo tóxico.
Procuro zelar pelo excesso de preocupação ao ver uma simples ponta de cigarro no chão (não que eu acredite que fumar seja algo que uma pessoa inteligente possa fazer), mas por não acreditar que isso possa levar nosso planeta ao fim. O que levará o planeta ao extermínio é a ignorância que esse fato representa, é o sintoma do descaso de uma sociedade.
Dentro dessa linha de atitude, desfrutamos em excesso o que temos, acreditando que nada seja esgotável, que podemos jogar todo tipo de gases e aquecimentos, que por um “milagre” nossa atmosfera suportará. Não que alguém consciente não entenda que por determinado espaço curto de tempo isso não tenha sido benéfico para o desenvolvimento, mas que chegou ao excesso.
No entanto já começa a surgir soluções, nas últimas feiras de automóveis realizados pelo mundo apresenta-se o carro do futuro, veículos movidos a ar pressurizado, energia solar, elétrico, hidrogênio, etc., e expressivamente os flex movidos também à biocombustível.
Biocombustíveis são fontes de energia renováveis derivados de matérias agrícolas como plantas oleaginosas, biomassa florestal, cana de açucar e outras matérias orgânicas. Existem vários tipos de biocombustíveis: bioetanol, biodiesel, biogás, biomassa, biometanol, bioéter dimetílico, bio-ETBE, bio-MTBE, biocombustíveis sintéticos, bioidrogénio.
É evidente que não se trata de um produto novo, mas fomentar isso através de novos desenvolvimentos, chega a beirar a loucura, e onde isso vai parar?
Muito bem meu caro leitor, aqui chega o colapso da ignorância humana, sinceramente não tenho conhecimento para garantir a você qual é o melhor combustível para o carro do futuro. Mas possuo discernimento para garantir que em nossas terras agrícolas, as quais levaram quase cinco bilhões de anos para se formarem nas condições que temos hoje, e uma população mundial crescendo progressivamente em 1 bilhões de pessoas a cada 15 anos, e vamos utilizá-las para plantar COMBUSTÍVEL.
Somente uma consciência humana desprovida da menor capacidade de olhar um pouco mais além, pensaria nessa monstruosidade. Somente uma sociedade medíocre, egoísta, a qual possa imaginar nossas fabricas, aviões, carros, ou quase tudo, QUEIMANDO ALIMENTO.
Nossa pesca é predatória, a caça assassinada, e agora nossas terras sendo canibalizadas. Para quem não sofre deste mal, o ser humano acredita que a fome em que vive o mundo, nunca poderá chegar a ele, hoje por falta de dinheiro, e no futuro por falta de água e alimento.
É acreditar que milagres irão acontecer sem a nossa intervenção inteligente, é acreditar que meu egoísmo não irá reverter contra nós mesmos, é acreditar que não devemos deixar nada para a posteridade.
.
.
Estamos de olho!