Mas! A Bíblia também disse…

by

Sobre a tentativa de nossos leitores e demais pessoas insistirem na busca por verdades dentro da bíblia, irei procurar nesse post mostrar porque eu e várias outras pessoas não acreditarem em seus relatos. Algo só deve adquirir credibilidade caso suas afirmações forem realmente comprovadas. Acreditamos que a terra é redonda porque conseguimos através dos métodos existentes atualmente comprovar isso, o que deixou de ser uma crença para se tornar algo real, da mesma forma o homem através dos tempos conseguiu comprovar que no tocante a ciência, à bíblia errou em quase tudo, uns de seus pequenos acertos é a criação do homem ser após alguns animais, o que nos leva a crer após vários erros, que essa afirmação é apenas uma casualidade. Mas a bíblia também disse que o mundo possui somente 6.000 anos, possibilidade que qualquer pessoa nos dias atuais tem dificuldade em acreditar, apesar de alguns “ortodoxos” buscarem explicações para isso, mas tropeçando nas evidencias sobre as quais a paleontologia, e a arqueologia desmentem através dos métodos de datação existentes, sendo o mais tradicional o potássio argônio.

Para acreditar que a bíblia seja realmente a palavra de Deus teríamos que encontrar nela evidencia concreta dessa “forte” mão sobre ela, evitando absurdos lá encontrados, os crentes insistem em evidenciar pelo método teológico de sua doutrina, esquecendo que o conjunto da obra revela a identidade de seu autor.

 Nesse post não iremos tratar sobre as divergências bíblicas, assunto já editado nesse blog anos atrás, apesar de nosso estudo ter elevado esse numero para exatamente 2.133 contradições, com a certeza de não pararem por ai, apesar de evidenciarmos algumas que venham ao encontro da matéria, onde a bíblia também disse palavras que a retiram de ser um livro de moral, boas práticas, e normas de convivência. É evidente que sobre a mente crítica a única avaliação que podemos ressaltar é de um livro escrito de um povo para um povo com a ignorância daquela época, sobre as quais as pessoas da atualidade não seguem mais, no entanto não deixam de acreditar em sua origem. Uma escrita é mortal, ela perpetua, e não nos deixa o menor rastro de possibilidade em retratá-la, uma vez dito que Caim matou Abel, “Caim matou Abel e pronto”, são palavras definitivas. A forma mais clara de interpretá-la é acreditar que se trata da história de um povo contada por séculos e escrita sabe se lá por quem procurando valorizar sua existência por um Deus.

 Algumas das contradições que dão um grande descrédito sobre a realidade são suas narrativas fora do contexto de sua época, vejamos algumas:

 – Segundo a Bíblia, Abraão e sua família faziam uso de camelos. Hoje, historiadores asseveram que os camelos foram domesticados séculos depois da alegada existência de Abraão.
– A Bíblia narra o fantástico desabamento das muralhas de Jericó pelo som de trombetas. A arqueologia informa que não existiam muralhas em Jericó na época de Josué.
– Deus mandou um dilúvio que afogou todo o povo da terra, menos Noé, sua família e alguns animais. Para a ciência, trata-se de um mito. No entanto, os antigos moradores da Mesopotâmia presenciaram uma grande enchente, que, por não terem conhecimento de mundo, pensaram se tratar de uma enchente universal. O fato chegou aos ouvidos dos hebreus, que montaram outra história, copiando da lenda babilônica seu próprio dilúvio universal. ( sem contar que o dilúvio era para mudar o povo, o que me parece que não deu muito certo )

 Temos ainda a propaganda religiosa, sendo tendenciosas com a finalidade em dar créditos as suas leis, alegando propostas sobrenaturais aproveitando-se da ignorância das pessoas.

 Qual a melhor maneira de fazer um povo seguir um profeta? Basta que esse profeta convença seu povo que ele fala com deus e sabe o que esse deus quer ou não quer.
A Bíblia mostra que Moisés foi visitado por deus. Esse deus lhe entregou os dez mandamentos. E outras normas de conduta, que estão ao longo do Pentateuco e que a maioria desconhece. Vou listar algumas leis que puniam o infrator com a pena de morte e, que Moisés, segundo a Bíblia, teria recebido de deus e repassado aos hebreus:
No livro de Êxodos. “Aquele que furtar um homem, e o tiver vendido, ou se este for encontrado em suas mãos, será morto” (21-16). “Quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe, será punido de morte” (21-17). “Não deixarás viver uma feiticeira” (22-18). Quem trabalhasse no sábado era morto (35-2)..
Em Levítico. Morte aos adúlteros (20-10). Aos homossexuais (20-13). Em Deuteronômio. O noivo tem o direito de matar a mulher, caso ela não apresente sinais de virgindade no dia do casamento (22,13).
Você já sabia que o deus bíblico era a favor da pena de morte? Ou seria Moisés mentindo a seu povo, que suas leis procediam de um deus?
Afinal, bem antes de Moisés, alguns reis já haviam entregues leis com o aval de um deus. O mais conhecido é Hamurábi, que, segundo historiadores, forneceu boa parte de seu código de leis a Moisés. Na verdade, Moisés foi inspirado por esse rei.

 O mais insensato é que essas leis perderam ao longo do tempo seu valor ( ainda bem senão vários assim como eu seriamos apedrejados ), mudaram seu contexto para os dias atuais, será que Deus edita suas leis de acordo com cada época, se isso fosse verdade seria necessário ele ter voltado a terra para reeditá-las. Uma delas é  o homem tem por obrigação manter relações sexuais com a viúva de seu irmão, para nela gerar um filho. Caso ele se recuse, a sua cunhada deverá cuspir em seu rosto na frente dos mais velhos, ( Deuteronômio 25:5-9 ) porém os rabinos hoje em dia encontraram uma brecha nessa lei para não praticá-la.

 Temos ainda os absurdos copiados das religiões pagãs como o odor da carne sacrificada agradou ao Senhor ( Gênesis 8:21 ), onde também criaram outra desculpa para não praticá-la mais.

 Sem contar as crenças, absurdos e ignorância da época, todas as árvores em que há fruto que dá semente servirão de alimento para o homem ( Gênesis 1:29 ), vou pedir a um ortodoxo comer uma  briônia ( fruta parecida com a melancia ) para ver se ele tem coragem. Moisés promete a seu povo que Deus não deixará que ninguém fique enfermo e no versículo 14 diz que ninguém será estéril, nem mesmo dentre os animais ( Deuteronômio 7:15 ), se isso fosse verdade não haveria médicos entre os judeus, e um amigo judeu não estaria adotando uma criança.

 Mas ela também disse que os camelos eram tão numerosos como os grãos de areia da praia ( Juízes 7:12 ), e Salomão sacrificou ao Senhor 22.000 bois e 120.000 ovelhas em uma semana. Isto dá mais de 845 animais por hora, mais de 14 por minuto, sem parar durante toda a semana ( Crônicas II 7:5, 8-9 ), será que isso agradou mesmo a Deus?

 Sem contar com outras passagens criando leis para escravos, o julgo sobre outros povos, e a criação do mundo, enfim são suas narrativas que falam por si só, nos dias atuais cada cidadão busca valorizar o estado laico, com a finalidade maior em praticar a sua religião, quanto a isso nada de errado, mas viver debaixo de mentiras e crenças que para nada servem a não ser enganar o povo, cada um pode acreditar no que quiser, é seu direito e está correto, o mal é não estudar,  não interpretar o mundo dentro da razão, deixando mitologias, ao invés de entender que somos uma sociedade que independente do que acreditamos precisamos uns dos outros, que a tolerância, a beneficência, e o respeito impera sobre tudo.

Anúncios

11 Respostas to “Mas! A Bíblia também disse…”

  1. Nelcy Says:

    Porque a palavra da cruz é loucura p os que perecem,+ para nós,q somos salvos,é o poder de Deus.1Corintios:1:18. Pq nao me envergonho do evangelho de Cristo,pois é o poder de Deus p a salvaçao de todo aquele q crê.Romanos:1:16. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo,nao p que condenasse o mundo,+ p que o mundo fosse salvo por ele.Quem crê nele não é condenado,mas quem não crê já está condenado,porquanto não crê nome do unigênito Filho de Deus.E a condenação é esta:Que a luz(Jesus) veio ao mundo,e os homens amaram mais as trevas do que a luz,pq as suas obras eram más.Pq todo aquele que faz o mal odeia a luz,e não vem p a luz,pque suas obras não sejam reprovadas.Mas quem pratica a verdade vem para a luz,a fim de q suas obras sejam manifestadas,pq são feitas em Deus.João:3:17-21.Aquele que crê no Filho(Jesus) tem a vida eterna,+aquele que não crê no Filho não verá a vida,+a ira de Deus sobre ele permanece.João:3:36.Mas o Espírito expressamente diz q nos últimos tempos apostatarão alguns da fé..1Timóteo:4:1-2

  2. kibom33 Says:

    Nelcy!
    Se vc. verificar em outras religiões verá que a pratica é sempre a mesma, aquele que crê terá todas as recompensas, mas os que renegam terão todo o maleficio. Nada mais é que uma forma ameaçadora a fim de atrair fiéis.
    Vc. simplesmente disse que não acredita na matéria publicada, até firmou sua posição, no entanto não refutou minhas afirmativas. Procure, pesquise onde foi que errei em minhas afirmações.
    Obrigado, volte sempre.

  3. josé Says:

    kkk, e quem disse que contra “crentes” tem como se argumentar, eles não baseiam sua fé em “aargumentos” apenas têm medo de ir para o inferno ,,, ísso é muita pobreza ed espírito, e cad~e que ele voltou? asduhasudads

  4. gledson Says:

    belissimo trabalho de argumentaçao.

  5. kibom33 Says:

    Obrigado a todos pelo entendimento

  6. Falsus Says:

    Realmente. Parabéns pelo excelente texto!

    Muitas pessoas dizem que Deus existe e o defendem apenas por medo de ir para o inferno, sem se importar realmente com o que ou quem ele é, com o que exige, e se realmente existe ou não existe. Penso se, caso Deus exista, se ele livraria tais pessoas da condenação.

  7. kibom33 Says:

    E a narrativa de um povo para ele mesmo.
    Obrigado

  8. Ricardo Says:

    Eu, simplesmente, adorei este blog intelectual. Vou voltar a visitar sempre.
    Sempre que discuto sobre Deus com algum crente em sua palavra, procuro argumentar de modo científico, mas o que acontece, na maioria das vezes, é a famosa resposta: “Acredito em Deus pela fé, não me importo se há ou não provas sobre a sua existencia.”, confesso que fico com muita raiva dessa atitude que os leigos que não baseiam a sua fé em argumentos. Como reagir à atitudes assim em uma discurssão?

  9. kibom33 Says:

    Apesar Ricardo que discutir com crentes é pura perda de tempo, exatamente porque não possuem pensamento critico, simplesmente ignorancia pelo conhecimento.

  10. Ágatha Flora Says:

    Quero um crente disposto a discutir de verdade isso aí, será que tem? Rs.

  11. kibom33 Says:

    Não! Ágatha não existe porque irão sempre argumentar pelas crenças sem bases no entendimento, o que procuro atravez deste site é despertar pessoas que buscam o entendimento, não aqueles que estão contaminados pelas supertições, tudo que vc. disser sobre pensamento lógico, irão argumentar que foi Deus quem fez, por exemplo: Como o mundo pode ter somente 6.000 anos se a luz de algumas estrelas levaram bilhões de anos para chegar até aqui? A resposta deles é simples, foi Deus quem as trouxe até aqui, assim fica dificil.
    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: